Oficina de FITOTERAPIA

OFICINA DE FITOTERAPIA

PLANTAS MEDICINAIS

E PRODUTOS NATURAIS

24/07/2013-

14h – OFICINA DE FITOTERAPIA E PLANTAS MEDICINAIS. Abertura da oficina com dinâmica de apresentação dos presentes e expectativas , Roda de conversa sobre: A IMPORTÂNCIA DA FITOTERAPIA E DOS PRODUTOS NATURAIS PARA A SAÚDE E SUA IMPLANTAÇÃO NO SUS;

Plantas e suas indicações; cuidados com as plantas; formas de preparo e receitas; coleta, cultivo, secagem e armazenamento.

25/07/2013 –

 14h – RECONHECIMENTO DAS PLANTAS; Fabricação de Tinturas; Pomadas, óleos naturais, Sabão e xampu natural e Sabonetes de frutas e plantas. Avaliação, encaminhamentos.

APRESENTAÇÃO:

O Movimento Popular de Saúde (MOPS) existe desde 1989 em Sergipe com o objetivo de articular os grupos de base na luta por uma saúde pública de qualidade e o resgate das práticas culturais e populares.

O acesso aos medicamentos é um componente essencial de inclusão social, de busca da eqüidade e de fortalecimento do SUS (Sistema Único de Saúde), que desde 1988 vem sendo fortalecido e desenvolvido sob a égide da universalização, da integralidade, da descentralização e da participação popular em busca da máxima constitucional: “saúde é um direito universal de todos os cidadãos brasileiros”. Por esta razão é necessário aumentar o acesso da população aos serviços de saúde e aos insumos terapêuticos, particularmente os medicamentos. Para isso, faz-se necessária a formulação de políticas públicas que assegurem esses direitos constitucionais.

A fitoterapia, como prática complementar é um fenômeno social no mundo atual, caracterizada por suas inter-relações biológicas, sociais, culturais e econômicas. Ao mesmo tempo em que as ciências da pós-modernidade ressaltam uma mudança de paradigma, saindo do modelo cartesiano e reducionista para um modelo holístico com a valorização do todo. Nele incluindo: a relação do homem com a natureza e a utilização de recursos naturais de forma sustentável. Assim, vemos que o uso de plantas medicinais fitoterápicas é estimulado, principalmente nos movimentos sociais em decorrência da valorização da cultura popular pelos usuários do sistema de saúde.

 

OBJETIVOS: 

 – Articular o saber científico e popular nas práticas de saúde, envolvendo o conhecimento das plantas medicinais e a produção de produtos naturais, orientando para aspectos de conservação da natureza, cuidados na coleta das ervas, e desenvolvendo de práticas de manejo sustentável.

– Divulgar e implementar a política nacional de práticas integrativas e complementares de Saúde.

 

METODOLOGIA

A oficina será dividida em momentos teóricos e atividades práticas. A troca de experiências será precedida de aulas expositivas, rodas de discussões e práticas. A metodologia será participativa e problematizadora, partindo do conhecimento dos participantes e valorizando a troca de conhecimentos.

COORDENAÇÃO DA OFICINA

Coletivo de Fitoterapia do MOPS/SE– Responsáveis Ana Cecília Fontes Monteiro, Michella Brito Lôbo ,  Carlos Augusto Santos e Irmã Terezinha de Sá Barreto

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

– Abordagem teórica: Introdução a Fitoterapia; Reconhecimento das plantas medicinais; Legislação Brasileira sobre Fabricação e Comercialização de Fitoterápicos; Fabricação de Tinturas e banhos naturais; Pomadas e óleos naturais; Sabão e xampu natural; Sabonetes de frutas e Plantas.