A Ciranda do povo (por Selvino Heck)

Quando bate a crise, o povo, lutadoras e lutadores nA?o se acomodam, nem perdem a esperanA�a. ReA?nem-se para conversar, discutir alternativas, indignar-se, protestar e, porque nA?o, celebrar.

http://iconssed.fkip.unej.ac.id/?p=2020

A� o que estA? acontecendo no dA�cimo terceiro FREPOP, FA?rum de EducaA�A?o Popular, que estA? acontecendo em Recife, com centenas de participantes, especialmente jovens. O tema gerador (central) nA?o podia ser mais sugestivo e atual: a�?EDUCAA�A?O POPULAR: Democracia e os Desafios das Lutas sociais na ConstruA�A?o da Sociedade que queremos.a�?

Diz a mensagem de boas vindas A�s educadoras e educadores populares presentes: a�?O FREPOP busca ser luz a possibilitar reflexA�es no cenA?rio da conjuntura social, polA�tica, econA?mica, cultural, bem como a troca e compartilhamento de experiA?ncias e fortalecer as lutas sociais. A� orientado pelos princA�pios do diA?logo, amorosidade, problematizaA�A?o, construA�A?o compartilhada do conhecimento, emancipaA�A?o e compromisso com a construA�A?o de um projeto democrA?tico-popular.a�?

A� um projeto de sociedade e de NaA�A?o.

O FREPOP, desde sua primeira ediA�A?o, inspira-se no FA?rum Social Mundial, a�?Um outro mundo possA�vela��, redes e teias por onde se articula, dialoga, pA�e-se em movimento.

Quando cheguei em Lins, SA?o Paulo, para participar pela primeira vez do FREPOP, anos atrA?s, foi possA�vel respirar o ar da educaA�A?o popular e sentir a efervescA?ncia produzida. Gente da regiA?o, gente de outros lugares, gente do Brasil inteiro, benadryl tablets for sale http://www.achaten-suisse.com/ gente da AmA�rica Latina, gente do mundo. O FREPOP nA?o era apenas um FA?rum do interior de SA?o Paulo. Era um FA?rum Social Mundial com ares de SA?o Paulo, mas tambA�m de Brasil e de mundo.

Agora, acontece em Recife, nos espaA�os da Universidade Federal de Pernambuco, com gente de todo Brasil, e a festa, a alegria e o sotaque nordestinos: juventude alerta, dezenas de Rodas de Conversa, Oficinas, Arenas, a Tenda Paulo Freire instalada, junto com a Tenda MemA?ria, uma Feira de Economia SolidA?ria, sons nas salas, nos corredores, poetas populares, mA?sica, danA�a, mA�stica e, principalmente, muito debate, reflexA?o, celebraA�A?o de vida e encantamento, e, a todo momento e em qualquer lugar, um grito coletivo de Fora Temer.

As reflexA�es acontecem ao estilo do FA?rum Social Mundial. Sob um tema central e comum, experiA?ncias vividas e contadas, a organizaA�A?o popular, a conscientizaA�A?o, juntando ambiente universitA?rio e popular, sempre, com muita confraternizaA�A?o, encontro de corpos, sapateados, mentes e espA�ritos alertas e comprometidos.

A educaA�A?o popular tem esta capacidade e virtude: aproximar as pessoas, fazer a troca de saberes, distribuir os sonhos comuns, saborear a solidariedade, construir pensamentos coletivos, caminhar do mesmo lado e espaA�o.

O dA�cimo terceiro FREPOP estA? acontecendo na terra de Paulo Freire. A crise, as ameaA�as A� democracia, o golpe em andamento, a intolerA?ncia e o A?dio reinantes nA?o superam a vontade de continuar mudando o Brasil e o mundo. NA?o A� hora de choro, de lA?grimas e lamentaA�A�es sem sentido e sem futuro. A� hora, sim de se reunir, fazer a necessA?ria autocrA�tica, mas principalmente juntar forA�as, ir pra rua, mobilizar-se contra o desmonte das polA�ticas pA?blicas e dos processos de participaA�A?o social, o fim de direitos dos trabalhadores e populaA�A?o mais pobre, conquistados a duras penas, contra a privatizaA�A?o do patrimA?nio nacional, contra a usurpaA�A?o do poder e o impeachment de um governo legitimamente eleito.

A� respirar nestes tempos bicudos. Mais que nunca, A� preciso encontrar as pessoas, debater tudo sobre tudo, acolher as angA?stias uns dos outros, alimentar mutuamente a esperanA�a, que ainda estA? viva e recompA�e-se nestas horas e nestes dias.

cialis what happens if double the dose, who ships frusemide express delivery?.

A ciranda do FREPOP e a ciranda do povo estA?o em movimento. Conversam, dialogam, ampliam horizontes, na militA?ncia dos que se doam e ao mesmo tempo estA?o sempre na luta. O FREPOP, FREPOPS sA?o necessA?rios, urgentes neste mundo, nesta AmA�rica Latina, neste Brasil, onde a educaA�A?o popular, A� luz de Paulo Freire e de um povo sofrido e lutador, apesar dos golpistas, da mA�dia que mente, do mercado que se pensa absoluto, constrA?i e trilha caminhos de transformaA�A?o econA?mica, polA�tica, social, cultural, ambiental, de baixo para cima. Como diz o FA?rum Social Mundial (vai acontecer nova ediA�A?o em agosto no CanadA?), como amplia o FREPOP, um outro mundo A� possA�vel. Um outro Brasil A� possA�vel. Urgente e necessA?rio.

Selvino Heck

purchase deltasone taper

Deputado estadual constituinte do Rio Grande do (1987/1990)

buy pills Em vinte e dois de julho de dois mil e dezesseis

Um comentário sobre “A Ciranda do povo (por Selvino Heck)

  1. Maravilhoso encontro de lideranças feministas, mediciba popular, educadores de todas as áreas . Vamos continuar nos enxergando para continuar a luta por nossos direitos. VALEU MUITO.!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*